NEC FACAMP – NÚCLEO DE ESTUDOS DE CONJUNTURA

O NEC FACAMP (Núcleo de Estudos de Conjuntura) é um espaço de discussão e reflexão de professores e alunos e possui como objetivo a elaboração de notas e relatórios sobre conjuntura econômica. Tais publicações têm caráter informativo e são destinadas a toda comunidade.

RELATÓRIOS ESPECIAIS

A CRISE GLOBAL: OS LIMITES DAS MEDIDAS EMERGENCIAIS E A NECESSIDADE DE MUNDANÇA ESTRUTURAL 

A pandemia do COVID-19 gera uma crise global de grandes proporções que se reflete nas várias esferas da vida social. O isolamento necessário para conter os danos da crise sanitária gera uma crise econômica, explicitada em dois choques simultâneos à pandemia: a expressiva desvalorização dos ativos financeiros (com reflexos deletérios sobre o valor de mercado e solidez das grandes empresas) e a virtual interrupção do circuito gasto-emprego-renda que impulsiona a atividade econômica em todos os demais mercados. Como se sabe, tais impactos são amplificados nos países emergentes, seja por conta da maior vulnerabilidade desses países a choques nos mercados financeiros, seja pela maior sensibilidade de muitos países a uma retração do comércio internacional.

Clique aqui e acesse o relatório completo.

PUBLICAÇÕES

Abril/2020

PANDEMIA PROVOCA QUEDA RECORDE DA FORÇA DE TRABALHO EM ABRIL

Os dados do mercado de trabalho brasileiro devem ser acompanhados com especial atenção nos meses que seguem. O impacto do isolamento social nos fluxos econômicos deve ser de grande proporção, afetando fortemente a demografia do mercado de trabalho, assim como a importante dificuldade de coleta de dados pelo IBGE trará um cuidado especial com a análise dos resultados. 

Clique aqui e acesse a publicação completa.

Março/2020

OS PRIMEIROS IMPACTOS DA COVID-19 NO MERCADO DE TRABALHO

Os dados do mercado de trabalho brasileiro devem ser acompanhados com especial atenção nos meses que seguem. O impacto do isolamento social nos fluxos econômicos deve ser de grande proporção, afetando fortemente o mercado de trabalho, assim como a importante dificuldade de coleta de dados pelo IBGE trará um cuidado especial com a análise dos resultados.

Clique aqui e acesse a publicação completa.

Janeiro/2020

PIM-PF – PESQUISA INDUSTRIAL MENSAL DE PRODUÇÃO FÍSICA 

A produção industrial de janeiro avançou 0,9% em relação ao mês anterior (já descontada a sazonalidade), porém está abaixo do registrado em janeiro de 2019 (-0,9%). O resultado reverte parte das perdas acumuladas de novembro e dezembro (-2,4), porém revela a estagnação do setor, que não consegue retomar os níveis de 2017/2018.

Clique aqui e acesse a publicação completa.

Fevereiro/2019

PIM-PF – PESQUISA INDUSTRIAL MENSAL DE PRODUÇÃO FÍSICA

Ainda buscando recuperação, indústria “anda de lado”no início de 2019. De acordo com a última Pesquisa Industrial Mensal do IBGE, publicada em 2 de abril de 2019, a produção física da indústria brasileira apenas compensou a queda observadano mês anterior e o desempenho, novamente, ficou abaixo das expectativas. A análise da tendência aponta que, após uma recuperação tímidaentre o final de 2016 e meados de 2018, a produção voltou arecuar no 2°Semde 2018 e apenas “anda de lado”no início de 2019. Vale observar que produção industrial ainda está 11% abaixo da média de 2014, quando a crise econômica brasileira se manifestou de forma mais aguda.

Clique aqui e acesse a publicação completa.

CORPO DOCENTE PESQUISADOR

Adriana Marques

Doutora, Mestre e Bacharel em Economia pela UNICAMP. Pesquisadora da UNICAMP com ênfase em Economia Industrial, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Setorial, Cadeias Produtivas, Relações Empresariais, Restruturação Industrial e do Trabalho.

Beatriz Freire Bertasso

Doutora em Economia pela UNICAMP, Mestre em Economia Aplicada pela USP e Bacharel em Economia pela UNICAMP. Professora de Introdução à Economia, Economia do Consumo, Contabilidade Social e Macroeconomia na FACAMP.

Fernanda Serralha

Mestre em Desenvolvimento Econômico pela UNICAMP e Bacharel em Economia pela PUC-Campinas. Professora de Política e Planejamento Governamentais na FACAMP.

José Augusto Ruas

Doutor, Mestre e Bacharel em Economia pela UNICAMP e Coordenador Adjunto do Curso de Graduação em Economia da FACAMP. Atua como pesquisador e consultor na área econômica de empresas nacionais, multinacionais e instituições públicas.

Juliana Filleti

Doutora em Economia pela UNICAMP, Mestre em Estatística pela UNICAMP e Bacharel em Economia pela UNICAMP. Professora de Métodos Quantitativos em Economia e Estatística Aplicada na FACAMP.

Ricardo Buratini

Doutor, Mestre e Bacharel em Economia pela UNICAMP. Trabalhou de 2005 a 2017 na CPFL Energia como Gerente do Departamento de Estudos e Economia, subordinado à Diretoria de Planejamento e Gestão de Energia. Atua desde 2017 como pesquisador associado do Centro de Gestão de Tecnologia e Inovação (CGTI), onde desenvolve projetos de P&D para empresas do setor de energia.

Rodrigo Sabbatini

Diretor Acadêmico da Escola de Pós-Graduação FACAMP. Doutor, Mestre e Bacharel em Economia pela UNICAMP. Autor de diversos livros sobre economia brasileira e internacional e Consultor de empresas e organismos internacionais.​

Saulo Abouchedid

Doutor, Mestre e Bacharel em Economia pela UNICAMP. Professor de Macroeconomia e Economia Monetária na FACAMP.

Thiago Dallaverde

Doutorando em Economia pela UNICAMP, Mestre em Desenvolvimento Econômico pela UFPR, Bacharel em Economia e Administração pela FACAMP. Professor de Macroeconomia e Economia Monetária na FACAMP.

ASSISTENTE DE PESQUISA

  • Felipe Silva
  • Nathan Caixeta
×